Swift

Como uma Flor #2 || Fanfic

Olá!
Terminei o segundo capítulo ^.^ Agradeço muito a quem ler!

No capítulo passado: http://miraculousladybugbr.blogspot.com.br/2017/01/como-de-uma-flor-fanfic.html
Basicamente Chloé ganha a miraculous amarela enquanto estava num hotel de resort com seu pai. Volta para casa...

  • Esse eu fiz sem as chaves nos nomes na hora da fala. Qual preferem? 
  • Acho que esqueci de comentar. A pronúncia do nome da Ranee seria "Rani", não Ranê ^.^
---------------------------------------
Como uma Flor: Contos de uma Abelha Rainha
Capítulo 02: Avançando! Ou não...
-Nina

Chloé estava a caminho da escola, não conseguindo tirar da cabeça tudo que havia acontecido no dia anterior. Depois daquilo, ela simplesmente terminou de arrumar as coisas e foi embora com seu pai. Demorou o dobro do tempo normal para dormir, seus pensamentos à obrigavam a ficar acordada.

Na hora de ir para escola estava ainda com sono, exausta e com ainda mais mal humor do que de costume.

Enfim, logo chegou no colégio. Todos da sua sala estavam na entrada, conversando e aparentemente esperando alguma coisa.

Sabrina vai a seu encontro:

- "Não trouxe as coisas para a excursão?"

- "O quê? Excursão?"

- "Vamos ao zoo, fazer uma pesquisa sobre os animais de lá. Esqueceu?"

- "Aff. Você não arrumou as coisas para mim?!"

- "Ah, então... você não falou nada, e-"

- "Ai, não serve nem como ajudante...
Pelo menos me livro desse problema"

Madame Bustier chama os alunos, já estavam de saída:
- "Vamos, turma?"


Todos vão caminhando para fora da escola. Madame Bustier percebe como Chloé não estava a seguindo.
- "Você não vai, Chloé?"

- "Por irresponsabilidade de outra pessoa fiquei sem minhas coisas." Ela diz em tom sério, e lança um olhar para Sabrina.

- "Pode ir sem mesmo. O problema é que ficará sem lanches, e terá que se esforçar o dobro para fazer um bom trabalho."

Chloé vai andando à frente de Sabrina, com nariz empinado, não diz mais nada. Até que ligou para um dos empregados do seu pai:
- "Ei, me traga minha bolsa com meu material de ciências e algo para eu comer. Quero croissant e macaron. Estou no caminho das escola para o zoológico. Não. Demore."

Depois simplesmente desligou e continuou andando.

Mal chegou no zoológico e já começou a reclamar.

"Ah, que lugar mais sujo, bom, animais são sujos!"
"Eu não mereço isso!"

Ela provavelmente não ia terminar o projeto. Bem, qualquer coisa era só ela dar para Sabrina fazer.

De repente deu para se ouvir gritos vindo do centro do zoo, pessoas correndo...

Há um akumatizado lá. Ele consegue controlar os animais e torná-los muito mais ariscos e fortes, uma força anormal, a ponto de conseguirem quebrar sozinhos suas próprias jaulas. Isso tudo mostra a força atual de Hawk Moth, ele não se preocupava mais em matar algumas pessoas para atingir seus objetivos.

Ladybug e Chat Noir começam a agir logo depois. Até parecia que eles já estavam no zoológico!

Ranee aparece pelas costas dela.

- "Maldade você não deixar eu me enfiar na sua mochila"

- "Eu não quero um inseto nojento dentro dela!"

- "Se transforme logo!!"

- "Tenho mesmo?"

- "CHLOÉ!"

- "Ranee, me transforme." Diz com má vontade. Depois, Queen Bee vai ao encontro de Chat Noir e Ladybug.

Chegando lá e se revelando, eles ficam surpresos com a sua presença.

- "Nova heroína?" Diz Chat em tom confuso.

- "Quem é você?" Agora é Ladybug quem fala.

Os olhos de Chloé -Queen Bee- brilham um pouco, afinal, estava vendo em sua frente quem tanto admirava, ela fica calada por alguns segundos.

- "Ei?" Ladybug começa a ficar desconfiada.

- "Ah, err, sou Queen Bee! E... sou nova aqui em Paris! Parece que vou ter que ajudar vocês também..."

- "Certeza?"
"É bom que não aconteça como Volpina, vamos tomar um pouco de cuidado-" Ela fala mais baixo, para Chat, que somente responde "É hora de agir!!"

Ladybug e Chat vão tomando conta da situação, incrivelmente bem. Queen Bee fica apenas olhando.

- "Aquele garoto à sua esquerda! Vai Chat!"

- "Entendido, minha Lady!

Assim  que Queen Bee pensava em fazer algo, a dupla de heróis tomava conta desse "algo" primeiro que ela. Afinal, pessoas estavam em perigo real, por isso iam com todas as forças.

Ela se sente meio deslocada e se cansa de ficar apenas olhando, então vai pulando para um pouco mais longe, por cima das árvores. Ela sentia como se estivesse voando, chega a pensar como aquela era uma boa sensação.
 Nunca se imaginou com aquela nova vida.

 - "Oh, aquele ruivo anti social. O que será que faz aqui?" Ela avistou Nathaniel, que estava um pouco mais distanciado dos outros, como de costume. Desenhando.

- "Olha, o que é aquilo?... Está se movendo?"

Um tigre.

- "Err, ajuda? Alguém?" Ele diz meio baixo, se gritasse chamaria a atenção do animal.

Tarde demais. O animal viu sua presa.

- "ALGUÉM!? O desespero era nítido nos olhos de Nathaniel, sua vida podia acabar naquele momento.
O tigre avança 
- "AAAAH!"

- "CUIDADO!" A heroína dá um pulo e empurra Nathaniel para mais longe, ambos caem no chão. Assim que atinge o solo, a heroína joga seu pião*¹ na cabeça do tigre, o que o deixa desacordado.

- "Essa foi quase... Como você não percebeu um tigre vindo?!"

O garoto ainda está em choque, paralisado e olhando para o nada.

- "Ei? Um obrigado é o mínimo, né?!"
"Oláá??" Diz, ironicamente.

Ele pisca forte,  tenta voltar à realidade. O que só conseguiu em parte.
- "Ah... O-o-obrigado... salvou... minha vida..."

 O alívio era tão grande, que abraçou a sua salvadora, que fica surpresa. Isso foi o suficiente para fazê-lo realmente acordar. Quando percebeu o que tinha feito, Nath levanta em um pulo e se afasta em um piscar de olhos, dava para ver seu rosto avermelhado.

- "Err, tenho que ir!"

- "Ei, esse livro aqui é seu, não é?" Queen Bee diz, folheando-o.

- "Não veja!" Ele vai em direção dela, para tentar pegar o caderno de volta.

- "Oh, até que não é mau." Sua voz não era muito convincente. Eram vários desenhos incríveis. Os mais recentes eram das criaturas do zoo. Isso que ele estava fazendo lá, havia decidido fazer os desenhos como pesquisa. Tirou bom proveito do passeio.

Ele toma o caderno da mão dela.

- "Ai!"

- "E- e- estou atrasado!" Diz e corre, na direção contrária de Queen Bee

- "Cuidado com os animais, ainda estão soltos! Diz enquanto amarra o tigre, que estava começando a retomar a consciência. As cordas de seu pião são infinitas e mega resistentes. Ao derrotar o akumatizado, iriam colocar o animal de volta na jaula, assim como todos os outros.

Chloé pensa no que acabou de acontecer. Decide simplesmente esquecer e vai pra onde Ladybug e Chat Noir estavam.

-m"Você voltou!" Chat Noir exclama.

- "É".

- "Já tomamos conta da situação aqui, não se preocupe." Afirma Ladybug.
- "Agora..."
"Miraculous Ladybug!"

E tudo volta ao normal. O destruído é restaurado. Logo depois o anel de Chat apita.

- "Nos vemos depois, minha senhorita! E.... você?"

- "Queen Bee, a heroína mais incrível que Paris já viu."

- "Tá... bom? Enfim, até mais!" Chat diz enquanto sai.

Agora é a vez dos brincos de Ladybug.

- "Também tenho que ir agora! Nos vemos outro dia."

Queen Bee vê que está sozinha.
- "Não tem razão para eu ficar aqui!"

Chloé desfaz a transformação e vai a caminho de casa. A escola dispensou os alunos naquele horário, só haveria aula a tarde*².

Chegando lá, um dos empregados de seu pai avisa que o almoço está pronto. Quando terminou, foi para seu quarto, onde mais ficava nas horas vagas.

- "Ei, por que Ladybug tem um poder mega forte e eu não?? E o que estava apitando??

- "Ai, ai, você me cansa tanto que esqueci de falar. As miraculi da Ladybug e do Chat Noir são especiais, o yin-yang, e possuem o poder da criação e destruição. Agora você, é insignificante, não tem um poder desses."

-"O QUÊ?? EU?! SOU MAIS IMPORTANTE QUE VOCÊ, LADYBUG E TODO O RESTO DE PARIS JUNTOS!"

- "Você deve usar tanto produto para consertar esse esfregão na sua cabeça que você chama de cabelo, que isso influenciou seu cérebro."
"Você. Não faz. Parte. Do Yin Yang. São só duas metades! Eles têm poder especial. Agora você..."

- "Argh, que injusto! Mereço muito mais que eles."

- "Certo, você tem uma habilidade escondida, no entanto. Mas qual é, e como despertá-la são coisas que você vai ter que descobrir por si mesma. Bem, as coisas apitando eram as miraculi deles. Quando usam seus poderes, têm mais 5 minutos até a transformação acabar."

- "Humpft, até que você sabe um pouco das coisas."

- "Claro! Quantos anos você acha que tenho?!"

- "Idade mental de 10."

- "Coitada. Está mais perdida do que imaginava. Quem precisa amadurecer aqui é você!"

- "Ah! Tenho que voltar para a escola!!"

- "Viu?"

- "Fecha essa boca, kwami!" Dizendo isso, corre para se arrumar, e, terminando, o motorista a leva à escola, novamente.
Passa pelos corredores e entra na sala. O sinal já tinha tocado, e estavam todos em seus lugares.

Sabrina vê a amiga chegar:
- "Oi Chloé! Bem na hora, logo Madame Bustier chega!"

- "O que quis dizer com isso? SEMPRE chego na hora."

- "Err..... sim? Você está bem, Chloé?!"

- "Estou ÓTIMA. Só não sei se posso dizer o mesmo de você!"

- "Ah Chloé..."

Madame Bustier chega.
- "Boa tarde classe! Olá novamente!"

Chloé lembrou do ocorrido ontem, e involuntariamente, espiava Nathaniel, sem perceber. Ranee percebe facilmente, e nunca perderia a oportunidade de jogar o fato na cara dela:

- "Hmmmm, prestando mais atenção do que o normal no garoto-tomate, não é? Heheh." Sussurra de baixo da carteira dela.

- "O QUÊ?! SUA IDIOTA, OLHA COMO FALA COMIGO!"

A sala toda olha para Chloé, que vê o que acabou de fazer. Ela simplesmente faz cara de superior e sai da sala, antes que Madame Bustier falasse algo.

- "SABRINA! Dê um jeito nas minhas coisas!!" Diz enquanto sai.  Entra com a kwami na primeira sala vazia que acha.

- "VOCÊ FICOU LOUCA??" A kwami grita, achando exagerada a reação da portadora.

- "-VOCÊ- FICOU LOUCA???"

- "SÓ DISSE A VERDADE!"

- "QUANDO? NUNCA NUNCA GOSTARIA DE ALGUÉM COMO ELE! E, a propósito, Adrikins é meu futuro noivo!"

- "É iludida também, aparentemente."

- "E o que você sabe, intrometida?"

- "Sei o que vejo, oras."

- "Quer um óculos?"

- "Não esqueça que quando você está transformada eu fico dentro da sua miraculous!"

- "Chloé! Venha aqui agora!"

Chloé sentiu um arrepio ao ouvir Madame Bustier chamar. Quando sentiu que ela já tinha passado pelo corredor, saiu e voltou para a sala.

------------------------------------- 
*1- Sua arma é um pião, realmente.
Resultado de imagem para miraculous queen bee gif trompo

*2- Eles têm aula integral. De manhã e à tarde.

 Gente, eu prometo que o último capítulo vai ser bom (dele eu tenho orgulho, hehe), então, por favor, me ajude lendo até o final ^.^ (vão ser de 6 à uns 10 capítulos, depende de como eu dividir)
Estou construindo a história aos poucos, e cada capítulo tem uma parte especial importante para a fic, no geral.

Obrigada por ter lido até aqui <3

Aceito críticas e sugestões, podem comentar à vontade!

Até!

Poderá gostar também de:

13 comentários

  1. gostei da Ranee, ela da umas patadas legais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei essa a personalidade que mais faria ela se destacar XD

      Excluir
  2. Gostei muito da fanfic.esta ficando uma fofura.(:

    ResponderExcluir
  3. A Ranee é igual a Chloé, legal :)
    Amando a comic Nina! Vejo que você também shippa Nath e Chloé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela realmente tem uma personalidade forte, mas ela age assim com a Chloé por um motivo ;)

      Obrigadaaaa ^.^
      E, sim, com toda certeza! Vai ficar pior XD

      Excluir
  4. Atrasada mas li.
    Woww!!! Ta muito bommmm! Sem palavras. 😮

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada :D
      Também estou esperando a sua ;)

      Excluir

Se tiver uma sugestão, pergunta, ideia para post, opinião, algo para dizer... Deixe um comentário! Sem palavrões, falta de educação e hate!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Xat!

Respeito acima de tudo! E a única Nina verdadeira (eu) é a que tem um bonequinho dourado junto com uma estrela, não confiem tanto em quem se diz postadora, pois pode ser qualquer um. Mas conversem à vontade (dentro dos limites) :3
Get your own Chat Box! Go Large!